Este é o Tempo

Este é o Tempo

ESTE É O TEMPO PARA ESPERAR CONTRA TODA A ESPERANÇA, PARA TRABALHAR PELA JUSTIÇA E PELA PAZ, PARA AMAR AS PESSOAS, PARA AMÁ-LAS UMA A UMA

quinta-feira, 16 de junho de 2016

Marcha de Lisboa 2016





Marcha da Pontaria 

Autor da letra: Nuno Gomes dos Santos 
Autor da música: Samuel 

Andava a malta por Lisboa à descoberta
do bem-me quer que a cidade sempre oferece
um manjerico, uma capela, a porta aberta
da Mariquinhas, da Ginjinha que apetece

P’ra outra margem lá partia um cacilheiro
galgando o Tejo com saudades pela proa
dava-se um salto até Cacilhas para logo regressar
Olá Lisboa! 

(refrão) 
Depois pasmámos ao ver erguer
aquela ponte de atravessar
o rio que ali já nos estava quase a dizer
que não sabia se queria ainda ser rio ou já ser mar

Cinquenta anos passaram já
sobrevoando um Tejo azul 
mas quando vimos lá do sul
e estamos já quase a aportar 
olá Lisboa como é bom chegar! 

Nós passeamos por Lisboa com vontade
de olhar vielas e de ouvir cantar o fado
de ver a luz que não há noutra cidade 
de ouvir bater um coração ao nosso lado 

E não me digam que é pecado capital
esta paixão lisboeta e verdadeira! 
Minha Lisboa, meu amor, à beira Tejo, à beira mar 
és a primeira!