5ª Feira da Ascensão

5ª Feira da Ascensão
5ª Feira da Espiga, em Portugal
...

quinta-feira, 27 de junho de 2013

Música




Consulte a programação e aproveite esta oferta cultural bem pertinho de nós!
Começa já amanhã!

http://www.festivalaolargo.com/gca/index.php?id=51

terça-feira, 25 de junho de 2013

" Jesus era quem dizia, ou era louco”


O músico Bono Vox, da banda irlandesa U2, parafraseou o autor inglês C.S. Lewis, durante uma entrevista, ao dizer que Jesus Cristo ou era Filho de Deus, ou era louco. 

“Quando as pessoas dizem que ele era um bom mestre, um profeta ou um tipo muito porreiro... Não era assim que Jesus se descrevia. Por isso temos de enfrentar este desafio. Ou Jesus era quem dizia que era, ou então era completamente louco”. 

Confrontado com estas duas hipóteses, o vocalista, um dos mais populares do planeta, não hesita: “Eu acredito que Jesus era filho de Deus. Compreendo que para algumas pessoas isso possa parecer ridículo, e temos de respeitar muito essas pessoas”, insistiu.


Bono aproveitou para falar também da Bíblia em termos musicais. “David era músico, por isso é claro que gosto dele. O que os salmos têm de poderoso é que para além de serem ‘gospel’ e cânticos de adoração, são também ‘blues’. É muito importante os cristãos serem honestos com Deus. Normalmente Deus está muito mais interessado em quem nós somos do que em quem gostaríamos de ser”.

Bono nasceu na Irlanda, filho de pai católico e mãe protestante. O cantor foi educado na Igreja da Irlanda, ramo da Igreja Anglicana. Todos os membros dos U2 são cristãos e a banda, no seu início era considerada do género da música cristã contemporânea. Apesar do seu enorme sucesso, sendo hoje uma das mais famosas e populares do mundo, os membros nunca perderam as suas referências cristãs e várias das suas músicas têm mensagens nesse sentido.

Leia mais em
Bono diz que “ou Jesus era quem dizia, ou era louco” - Renascença

sábado, 22 de junho de 2013

Boas Notícias - É já este domingo que a "Super Lua" ilumina os céus


Na noite do próximo domingo vai valer a pena olhar para o céu com mais atenção: é noite de "Super Lua", ou seja, a Lua Cheia vai estar maior e mais brilhante do que o habitual, um fenómeno que, segundo o Observatório Astronómico de Lisboa (OAL), só voltará a repetir-se, nas mesmas condições, daqui a 18 anos.
Este "espetáculo" lunar acontece uma vez por ano, quando a fase de Lua Cheia ocorre perto do perigeu, o ponto da órbita da Lua mais próximo da Terra, o que torna o satélite natural do nosso planeta maior e mais brilhante. No entanto, no domingo, o tamanho e brilho serão ainda maiores.

No domingo, a "Super Lua" poderá, como é habitual, ser vista a olho nu, mas o uso de binóculos e telescópios pode proporcionar uma observação mais detalhada. Além disso, o Observatório Astronómico de Lisboa vai organizar, a partir das 20.30h, uma sessão especial de observação, com entrada livre. 


Saiba mais em:
Boas Notícias - É já este domingo que a "Super Lua" ilumina os céus

sexta-feira, 21 de junho de 2013

Concerto Inédito - 21 Junho



No dia 21 de junho, a cidade de Lisboa será animada por um concerto inédito de sete minutos, com início às 22h00 (hora exata), executado por uma "orquestra" espalhada por mais de 15 igrejas, 25 embarcações, 6 elétricos, 2 comboios e 6 corporações de bombeiros, com a interpretação a cargo de cerca de 100 músicos.
O objetivo é explorar as possibilidades musicais do anfiteatro natural de uma cidade à beira rio, recorrendo ao aproveitamento dos sons característicos da cidade, como os apitos de embarcações, viaturas de bombeiros e comboios, sinos de igrejas e campainhas de elétricos. Cerca de cem músicos irão interpretar uma peça original em direto, coordenados entre eles via rádio e espalhados pela zona ribeirinha da cidade. O resultado será uma composição musical de sete minutos.
Locais como os miradouros da Graça, Santa Luzia e São Pedro de Alcântara, Castelo de São Jorge, Praça Camões, Terreiro do Paço e passeio ribeirinho da Ribeira das Naus, são considerados pontos de escuta “privilegiada”, no entanto, a organização assegura que o concerto será audível dentro do perímetro onde o evento vai decorrer, isto é, em toda a zona ribeirinha da cidade de Lisboa, delineada a este pela igreja de Santo Estêvão, a oeste pela igreja de Santa Catarina e a norte pelo Miradouro de São Pedro de Alcântara.
Pelas 22 horas os sinos repicarão e será lançado um foguete, sinal para que todos façam silêncio durante sete minutos. Findo esse tempo, durante o qual se pode usufruir do concerto, será lançado novo foguete, sinal para que todos voltem aos seus afazeres.

www.fb.me/LisboaLive.pt

quinta-feira, 20 de junho de 2013

"Obrigado povo luso!"



Depois de mais um grande feito, ciclista português agradeceu a todos pelo apoio na Volta à Suíça.
O ciclista Rui Costa voltou a levar a bandeira de Portugal ao pódio de uma prova do WorldTour ao vencer, pelo segundo ano consecutivo, a Volta à Suíça, depois de ser o melhor no contrarrelógio final. "Rui Costa encerrou a sua extraordinária exibição na Volta à Suíça 2013 da melhor maneira possível, sem deixar qualquer margem para dúvidas sobre quem foi o ciclista mais forte da corrida", descreve a Movistar na sua página oficial na Internet.

E a descrição não está longe da realidade: sexto no primeiro ponto intermédio, depois de um início de tirada completamente plano, o português parou, trocou a bicicleta de contrarrelógio por uma convencional, e aumentou o ritmo para subir ao alto de Flumserberg e cumprir os 26,8 quilómetros da nona etapa em 51.56 minutos.

Penúltimo a cortar a meta, Rui Costa pulverizou todos os tempos e só teve de esperar pelo suíço Mathias Frank (BMC), líder à partida por 13 segundos, para festejar o seu segundo título consecutivo na Suíça, acompanhado pelos adeptos portugueses que cantavam o seu nome. "Amigos esta vitória é nossa! Que alegria. Obrigado povo luso pelo apoio. Grande abraço a todos", escreveu o corredor na sua página no Facebook. 

Em conferência de imprensa, o poveiro já tinha admitido que é "fantástico" vencer. "Ganhar a Volta à Suíça uma vez é bom, ganhar duas vezes é ainda melhor, ainda para mais ao ter vencido duas etapas", disse o português, que voltou a conquistar a prova do WorldTour, a primeira divisão do ciclismo mundial. 

Acompanhado no pódio final pelo holandês Bauke Mollema (Blanco) e pelo checo Roman Kreuziger (Saxo-Tinkoff), o dorsal número um celebrou, aos 26 anos, o seu quarto triunfo da temporada e o 16º da sua carreira como profissional. O próximo desafio de Rui Costa é o Tour, onde em 2011 venceu uma etapa e no ano passado foi 18º na geral individual. 

quarta-feira, 19 de junho de 2013

Lei de Bases da Economia Social em Debate

A nova Lei de Bases da Economia Social esteve ontem em debate em Lisboa. Representantes dos grupos parlamentares, líderes de organizações do setor social e voluntários discutem e apresentam propostas para a futura regulamentação da Economia Social.



A Junta Nacional esteve presente no Seminário , organizado pela UDIPSS Lisboa em parceria com a Faculdade de Ciência Humanas da Universidade Católica.
Consulte o link abaixo e fique a par de tudo o que se passou:
http://ei.montepio.pt/economia-social-duvidas-e-reflexoes-do-setor-sobre-a-lei-de-bases/

segunda-feira, 17 de junho de 2013

quinta-feira, 13 de junho de 2013

Santo António de Lisboa



Santo António de Lisboa
Para Pádua foi morar.
Aqui ficam os horários,
Para não se esquecer de rezar!

quarta-feira, 12 de junho de 2013

Junho - Mês dos Santos Populares



Aqui no Ferragial
A ementa já está pensada,
Cada Quarta-feira é igual,
Há sempre Sardinha Assada!




sábado, 8 de junho de 2013

Intenções do Papa Francisco para o mês de Junho

Podemos oferecer este mês os nossos terços, orações, Eucaristia pelas intenções do Papa Francisco para o mês de Junho.



in
https://www.facebook.com/amigosdoceu

sexta-feira, 7 de junho de 2013

Carta ao Povo de Deus do Patriarcado de Lisboa


Irmãos e Irmãs,


Como já foi amplamente divulgado, o Senhor Dom Manuel Clemente foi nomeado pelo Papa Francisco como novo Patriarca de Lisboa. É com muita alegria que o acolhemos como Bispo desta nossa diocese. Se, em 2007, o vimos partir para o Porto a fim de ali exercer o ministério apostólico, é agora com esperança que o vemos regressar como Patriarca de Lisboa.
O novo Patriarca vai entrar solenemente na Diocese numa celebração eucarística a ter lugar no Mosteiro dos Jerónimos (Lisboa) no próximo dia 7 de Julho, pelas 16:00. Estou certo de que, mesmo aqueles que não puderem participar, não deixarão de acompanhar o nosso novo Bispo através da oração.
Ao mesmo tempo, convido-vos a, comigo, darmos graças a Deus pelo caminho que, como irmãos na fé, percorremos desde 1997 até agora. Será no próximo dia 29 de Junho, Solenidade de S. Pedro e S. Paulo, também na igreja do Mosteiro dos Jerónimos, pelas 10:30, altura em que serão ainda ordenados novos sacerdotes para o serviço da nossa diocese.
Neste último dia do Mês de Maria e Festa da Visitação de Nossa Senhora, estou certo de que não deixareis de rezar pelo nosso novo Patriarca, e de que, também a mim, que fui vosso Bispo durante 16 anos, não me esquecereis. Saúda-vos com amor fraterno.

Lisboa, 31 de Maio de 2013

† JOSÉ, Cardeal-Patriarca Emérito
Administrador Apostólico de Lisboa

quinta-feira, 6 de junho de 2013

Oração ao Sagrado Coração de Jesus

Coração de Jesus, 
eu confio em vós, 
mas aumentai a minha confiança. 
Vós dissestes: "Pedi e recebereis". 
Confiando nas vossas promessas, 
venho pedir vossa ajuda. 
Vós estais mais interessado 
na nossa felicidade 
que nós mesmos. 
Por isso ponho em vosso Coração 
os meus pedidos, 
as minhas preocupações, 
os meus sofrimentos 
e as minhas esperanças. 
Coração de Jesus, 
eu confio em Vós, 
mas aumentai a minha confiança. 
Jesus, manso e humilde de coração, 
fazei meu coração semelhante ao vosso.

JUNHO - Mês do Sagrado Coração de Jesus

O Saber não ocupa Lugar

quarta-feira, 5 de junho de 2013

“Comida desperdiçada é roubada da mesa de quem tem fome”

O Papa Francisco falou, hoje, na sua habitual audiência geral das quartas-feiras, da importância da vida humana e criticou o desperdício alimentar. 

“A cultura do descartável tornou-nos insensíveis ao lixo e ao desperdício alimentar, que são ainda mais lamentáveis quando em todas as partes do mundo, infelizmente, muitas pessoas e famílias sofrem de fome e subnutrição. O consumismo levou as pessoas a habituarem-se ao supérfluo e ao desperdício diário de alimento", disse o Papa. 

“A comida que deitamos fora é roubada da mesa de quem é pobre, de quem tem fome”, sublinhou Francisco, sob os aplausos da multidão que se encontrava na Praça de São Pedro. 


(...)

Na sua catequese, Francisco também recordou que neste dia 5 de Junho assinala-se o Dia Mundial do Meio Ambiente, este ano dedicado ao lema: “Pensar.Comer.Conservar”. 

“Convido todos, neste Dia Mundial do Ambiente, a um sério compromisso no sentido de se respeitar e guardar a criação, ser solícito por cada pessoa e combatera cultura do descartável e do desperdício com uma cultura da solidariedade e do encontro”, propôs o Papa a todos os que o ouviam. 



Leia mais em:
“Comida desperdiçada é roubada da mesa de quem tem fome” - Renascença

terça-feira, 4 de junho de 2013

Alegria!

"Um cristão não pode ser uma pessoa «triste», vincou o papa: «Não vos deixeis tomar pelo desencorajamento. A nossa não é uma alegria que nasce de possuir muitas coisas, mas de ter encontrado uma pessoa: Jesus; de saber que com ele nunca estamos sós, mesmo nos momentos difíceis, mesmo quando o caminho da vida se confronta com problemas e obstáculos que parecem inultrapassáveis»."
Papa Francisco no Domingo de Ramos 2013
in http://www.snpcultura.org/papa_francisco_pede_alegria_sacrificio_esperanca_luta_contra_mal.html

segunda-feira, 3 de junho de 2013

Banco Alimentar Contra a Fome recolhe 2445 toneladas de alimentos

Mais de 39 mil voluntários ajudaram na campanha este fim de semana

A rede de Bancos Alimentares contra a Fome recolheu este fim de semana 2445 toneladas de géneros alimentares, numa ação que mobilizou 39.200 voluntários.
"Estes números evidenciam uma extraordinária adesão e mostram que a solidariedade dos portugueses é maior do que a crise", afirmou Isabel Jonet, Presidente da Federação Portuguesa dos Bancos Alimentares contra a Fome, num comunicado a que a Agência ECCLESIA teve acesso.
"Os resultados impressionam tanto mais quanto sabemos que muitos dos que contribuem estão numa situação muito difícil e provam ainda que os portugueses se unem quando acreditam e quando os projetos são claros e mobilizadores".
A campanha contou com a ajuda de 389 200 pessoas que realizaram tarefas de recolha nos 1181 estabelecimentos comerciais, transporte, pesagem, separação e acondicionamento dos produtos nos 20 armazéns espalhados pelo país.
De acordo com o Banco Alimentar os géneros recolhidos vão ser distribuídos a partir desta segunda-feira a 2221 Instituições de Solidariedade Social, que os entregam a “389200 pessoas sob a forma de cabazes de alimentos ou refeições confecionadas”.
De acordo com os dados da Federação Portuguesa dos Bancos Alimentares Contra a Fome, em 2012 foi distribuído um total de 28323 toneladas de alimentos, com o valor estimado de 39651 milhões de euros, numa média diária de 113 toneladas por cada dia útil.

Até 9 de junho será ainda possível doar alimentos através da compra de vales à venda nas superfícies aderentes ou no site www.alimentestaideia.net.

Lisboa, 03 jun 2013 (Ecclesia) 
http://www.agencia.ecclesia.pt/cgi-bin/noticia.pl?tpl=&id=95743