sexta-feira, 13 de setembro de 2019

Agenda


O Centro de Reflexão Cristã promove, no dia 17 de Setembro, uma iniciativa sobre “A economia de Francisco. À conversa vão estar Carlos Farinha Rodrigues, professor associado do Instituto Superior de Economia e Gestão, e o padre José Manuel Pereira de Almeida, vice-reitor da Católica e secretário da Comissão Episcopal da Pastoral Social e Mobilidade Humana, que coordena a missão da UCP ao encontro que vai juntar jovens economistas e empresários, em Assis, no final de Maio de 2020.

terça-feira, 10 de setembro de 2019

Carta aos diocesanos de Lisboa no início do ano pastoral 2019-2020

Resultado de imagem para d manuel clemente


Caríssimos diocesanos

Como tem acontecido, volto a escrever-vos no começo do novo ano pastoral. Creio que ajudará a precisar o que faremos em conjunto, além das múltiplas iniciativas pessoais e comunitárias.

1. - Sair com Cristo ao encontro de todas as periferias!
Entramos na última etapa da recepção sistemática da Constituição Sinodal de Lisboa. Mantendo o objectivo de “fazer da Igreja uma rede de relações fraternas” (CSL, 60), para reforçar todos os dinamismos e instâncias de participação e corresponsabilidade eclesial, insistimos agora em “sair com Cristo ao encontro de todas as periferias” - onde, aliás, Ele nos espera (cf. CSL, 53)!


(...)

Convosco, em oração e muita estima,
+ Manuel, Cardeal-Patriarca
Lisboa, 1 de Setembro de 2019


Leia toda a carta do Senhor Cardeal em

segunda-feira, 9 de setembro de 2019

Oração do Papa pelos trabalhadores



Deus nosso Pai, criador do céu e da terra,
nós Vos damos graças por nos reunirdes aqui como irmãos,
em frente desta pedreira britada pelo trabalho do homem:
nós Vos pedimos por todos os trabalhadores.
Por aqueles que o fazem com as próprias mãos
e enorme esforço físico.
Preservai os seus corpos do desgaste excessivo:
que não lhes falte a ternura e a capacidade de acariciar
os seus filhos e jogar com eles.
Concedei-lhes o vigor da alma e a saúde do corpo
para que não fiquem esmagados pelo peso da sua tarefa.
Fazei que o fruto do trabalho lhes permita
Assegurar uma vida digna às suas famílias.
Que encontrem nelas, à noite, calor, conforto e encorajamento,
e que juntos, reunidos sob o vosso olhar,
conheçam as verdadeiras alegrias.
Saibam as nossas famílias que a alegria de ganhar o pão
é perfeita, quando este pão é partilhado.
Que as nossas crianças não sejam forçadas a trabalhar,
possam ir à escola e continuar os seus estudos,
e os seus professores consagrem tempo a esta tarefa,
sem precisarem doutras actividades para a subsistência diária.
Deus da justiça, tocai os corações de empresários e dirigentes:
que eles provejam a tudo o que é necessário
para assegurar a quantos trabalham um salário digno
e condições respeitosas da sua dignidade de pessoas humanas.
Com paterna misericórdia, cuidai
daqueles que não têm trabalho,
e fazei que o desemprego, causa de tantas misérias,
desapareça das nossas sociedades.
Possa cada um conhecer a alegria e a dignidade de ganhar o pão
para o trazer para casa e sustentar os seus queridos.
Criai entre os trabalhadores um espírito de verdadeira solidariedade:
saibam velar uns pelos outros,
encorajar-se mutuamente, sustentar quem está extenuado, levantar aquele que caiu.
Perante a injustiça, que o seu coração nunca ceda ao ódio,
ao rancor, à amargura, mas mantenha viva a esperança
de ver um mundo melhor e trabalhar por ele.
Que saibam, juntos e de forma construtiva,
fazer valer os seus direitos
e que as suas vozes e o seu clamor sejam atendidos.
Deus nosso Pai, Vós destes, como protector
aos trabalhadores do mundo inteiro, São José,
pai adoptivo de Jesus, esposo corajoso da Virgem Maria:
a Ele, entrego quantos trabalham aqui, em Akamasoa,
e todos os trabalhadores de Madagáscar,
especialmente aqueles que levam uma vida precária e difícil.
Que Ele os guarde no amor do vosso Filho
e os sustente na sua vida e na sua esperança.

Amén!

(Madagáscar, 08/09/2019)

quarta-feira, 4 de setembro de 2019

Papa Francisco

O Papa Francisco inicia hoje a sua quarta viagem a África, com passagens por Moçambique, Madagáscar e Maurícia, num programa marcado pela atenção aos mais pobres e aos conflitos.
A viagem a Moçambique, a convite das autoridades políticas e da Conferência Episcopal, tem o lema ‘Esperança. Paz. Reconciliação’, centrando-se na área de Maputo.

segunda-feira, 2 de setembro de 2019

Papa nomeia D. José Tolentino Mendonça como Cardeal

O Papa anunciou ontem no Vaticano a criação, como Cardeal, do Arcebispo português D. José Tolentino Mendonça, bibliotecário e arquivista da Santa Sé, de 53 anos.
O consistório para a criação de 13 novos cardeais
 está marcado para 5 de Outubro, 
no Vaticano.

quinta-feira, 29 de agosto de 2019

segunda-feira, 19 de agosto de 2019

Quarta aparição de Nossa Senhora


Quarta aparição de Nossa Senhora

Local: Valinhos
Data: 19 de Agosto de 1917
Pessoas presentes (no dia 13): 15000 a 18000, embora alguns escritos falem de apenas 5000
«– Que é que Vossemecê me quer?
– Quero que continueis a ir à Cova da Iria no dia 13, que continueis a rezar o Terço todos os dias. No último mês, farei o milagre para que todos acreditem. [Se não tivessem abalado contigo para a Aldeia seria o Milagre mais conhecido; havia de vir São José com o Menino Jesus para dar a paz ao mundo e havia de vir Nosso Senhor benzer o povo, vinha Nossa Senhora do Rosário com um Anjo de cada lado e Nossa Senhora com um arco de flores à roda.]
– Que é que Vossemecê quer que se faça ao dinheiro que o povo deixa na Cova da Iria?
– Façam dois andores: um leva-lo tu com a Jacinta e outras duas meninas, vestidas de branco; o outro leva-o o Francisco com três meninos. O dinheiro dos andores é para a festa de Nossa Senhora do Rosário e o que sobrar é para a ajuda duma capela que hão-de mandar fazer.
– Queria pedir-lhe a cura dalguns doentes.
– Sim, alguns curarei durante o ano.
E tomando um aspecto mais triste:
– Rezai, rezai muito e fazei sacrifícios por os pecadores, que vão muitas almas para o inferno por não haver quem se sacrifique e peça por elas.»
Memórias da Irmã Lúcia I. 14.ª ed. Fátima: Secretariado dos Pastorinhos, 2010, p. 178-179 (IV Memória); a secção entre parênteses rectos consta do interrogatório do pároco, de 27 de Agosto de 1917, em Documentação Crítica de Fátima, vol. I. Fátima: Santuário de Fátima, 1992, p. 17.

quarta-feira, 14 de agosto de 2019

A flor do tremoceiro

tremoceiro é a planta fabácea cuja semente são os tremoços. Pertence ao género Lupinus e é usada na fixação de azoto nos solos.
A semente, de cor amarela, é geralmente vendida para a fabricação de iogurte e consumida em conserva como petisco ou aperitivo especialmente em Portugal, mas também nos restantes países de expressão portuguesa.

terça-feira, 13 de agosto de 2019

CUIDAR DA CASA COMUM

Si te molesta el calor,
planta un árbol.
Si te gusta el agua,
planta un árbol.
Si te gustan las frutas,
planta un árbol.
Si te gustan las aves,
planta un árbol.

Y si te gusta la vida,
planta muchos árboles.



segunda-feira, 12 de agosto de 2019

12 de Agosto de 1984

Em 12 de Agosto de 1984, Carlos Lopes venceu a prova de maratona nos Jogos Olímpicos de Los Angeles, tornando-se o primeiro português a ser medalhado com o ouro. A prova foi rápida, e a marca atingida (2h9m21s) foi recorde olímpico até aos Jogos Olímpicos de Pequim em 2008.

quarta-feira, 7 de agosto de 2019

Papa deixa conselhos para as férias

“Desejo-vos boas férias: que sejam para vós não só a oportunidade de descansar mas também uma oportunidade para reavivar os laços de amor com Deus e com os homens. Não descureis a oração diária, a participação na Eucaristia dominical e a partilha do tempo com os outros”, disse, no auditório Paulo VI, perante milhares de pessoas reunidas para a 280ª audiência geral do actual pontificado.

quarta-feira, 31 de julho de 2019

Santo Inácio de Loyola, Azpeitia, 31 de maio de 1491 — Roma, 31 de julho de 1556)

 ORAÇÃO
 
Tomai Senhor, e recebei
Toda minha liberdade,
A minha memória também.
O meu entendimento
E toda minha vontade.
Tudo que tenho e possuo,
Vós me destes com amor.
Todos os dons que me destes,
Com gratidão vos devolvo:
Disponde deles, Senhor,
Segundo vossa vontade.
Dai-me somente
O vosso amor, vossa graça.
Isto me basta,
Nada mais quero pedir.
 
Santo Inácio de Loyola

segunda-feira, 15 de julho de 2019

PARABÉNS

Portugal sagrou-se, este domingo, campeão mundial de hóquei em patins, em Barcelona.

sexta-feira, 12 de julho de 2019

Nossa Senhora da Lapa - Vieira do Minho

Conta a história que, no ano de 1805, 
Nossa Senhora da Lapa surgiu diante de uma pequena pastorinha. 
Sabendo do ocorrido, o pai da criança deslocou-se ao local a fim de constatar o acontecimento. 
Quando a sua filha apontou para o local da aparição, lá estava a Nossa Senhora novamente. 
Rapidamente a notícia da aparição se espalhou pelas localidades mais próximas, iniciando as romarias no primeiro dia do mês de Junho.



 É um Santuário dedicado a Nossa Senhora da Lapa, com peregrinação no 2º domingo de Julho.

O recinto do santuário, que se distribui por dois patamares, incorpora um coreto, instalações de apoio à romaria e fontes. Esta capela está referenciada nas “Memórias Paroquiais” de 1758. A Nossa Senhora da Lapa, em Soutelo, Vieira do Minho, será provavelmente uma das igrejas mais estranhas de Portugal. E no entanto, não podemos negar-lhe a sua beleza, que reside essencialmente na sua originalidade e simplicidade, aliada a uma história de fé de quem a construiu e de quem cuidou dela.

sexta-feira, 5 de julho de 2019

Não são os que têm saúde que precisam do médico!



"Naquele tempo, Jesus ia a passar, quando viu um homem chamado Mateus, sentado no posto de cobrança dos impostos, e disse-lhe: «Segue-Me». Ele levantou-se e seguiu Jesus. Um dia em que Jesus estava à mesa em casa de Mateus, muitos publicanos e pecadores vieram sentar-se com Ele e os seus discípulos. Vendo isto, os fariseus diziam aos discípulos: «Por que motivo é que o vosso Mestre come com os publicanos e os pecadores?». Jesus ouviu-os e respondeu: «Não são os que têm saúde que precisam do médico, mas sim os doentes. Ide aprender o que significa: ‘Prefiro a misericórdia ao sacrifício’. Porque Eu não vim chamar os justos, mas os pecadores»."

Do Evangelho de São Mateus

Vocação de São Mateus (Caravaggio)