5ª Feira da Ascensão

5ª Feira da Ascensão
5ª Feira da Espiga, em Portugal
...

terça-feira, 28 de junho de 2011

Os Apóstolos Pedro e Paulo


Pintura de El Greco
(1587-1592, Museu do Hermitage, São Petersburgo).

São Pedro e São Paulo, 29 de Junho

"Estes mártires deram testemunho do que viram


O dia de hoje é para nós dia sagrado, porque nele celebramos o martírio dos apóstolos São Pedro e São Paulo. Não falamos de mártires desconhecidos. A sua voz ressoou por toda a terra e a sua palavra até aos confins do mundo. Estes mártires deram testemunho do que tinham visto: seguiram a justiça, proclamaram a verdade, morreram pela verdade."

Dos sermões de Santo Agostinho, bispo

segunda-feira, 27 de junho de 2011

Nascimento de São João Baptista

João Baptista é o único santo, com a Virgem Maria, de quem a Liturgia celebra o nascimento para a terra. Isso deve-se certamente, à missão única, que, na História da Salvação, foi confiada a este homem, santificado, no seio de sua mãe, pela presença do Salvador, que mais tarde, dele fará um belo elogio (Lc. 7, 28).
Anel de ligação entre a Antiga e a Nova Aliança, João foi acima de tudo, o enviado de Deus, uma testemunha fiel da Luz, aquele que anunciou Cristo e o apresentou ao mundo. Profeta por excelência, a ponto de não ser senão uma «Voz» de Deus, ele é o Precursor imediato de Cristo: vai à Sua frente, apontando, com a sua palavra e com o exemplo da sua vida, as condições necessários para se conseguir a Salvação.
A Solenidade do Precursor é um convite para que conheçamos a Cristo, Sol que nos vem visitar na Eucaristia, e dêmos testemunho d’Ele, com o ardor, o desinteresse e a generosidade de João Baptista.

Festas de São João no Porto

quarta-feira, 22 de junho de 2011

Procissão do Corpo de Deus em Lisboa 2011


















Procissão do Corpo de Deus 2011
(clique no link acima para mais informações)

Solenidade do Santíssimo Corpo e Sangue de Cristo

A solenidade do Corpus Christi já era celebrada em Portugal no século XIII, desde o reinado de D. Afonso III. Era, à época, uma festa de adoração, não envolvendo a procissão pelas ruas.
O rito da procissão foi instituído pelo Papa João XXII (1317). Na igreja dos Mártires, em Lisboa, manteve-se, no decurso dos séculos (e apesar das inovações havidas), o rito da festa com exposição do Santíssimo, Procissão, Vésperas solenes e Sermão.Celebrada em Lisboa, a festa do Corpo de Deus incluiu a Procissão, pela primeira vez, em 1389.
Mas a legislação de 1910, proibindo os dias santos da Igreja (excepto o Natal e o dia 1 de Janeiro), interrompeu o culto público, embora, nas igrejas, continuassem a ser celebradas missas solenes; e solenes pontificiais nas Sés.
Em 2003, a Procissão do Corpo de Deus voltou a percorrer as ruas da Baixa, onde outrora se cumpria. Estiveram presentes, na Missa e procissão, mais de cinco mil fiéis - entre os quais autoridades civis e militares.

segunda-feira, 20 de junho de 2011

Exemplos de Santidade em português

Sancha, Mafalda e Teresa, filhas de D. Sancho I, rei de Portugal, foram desde a infância modelo de todas as virtudes.

Sancha dirigiu-se para Alenquer, onde fixou residência e começou a levar uma vida monacal, consagrando-se generosamente ao serviço de Deus. Depois retirou-se para o mosteiro de Celas, junto de Coimbra, e aí morreu santamente no dia 13 de Março de 1229.
Mafalda, após uma piedosa juventude, foi dada em casamento a D. Henrique, rei de Castela; mas tendo-se verificado o impedimento de consanguinidade, voltou para sua casa antes de consumar o matrimónio. Tomou o hábito cisterciense no mosteiro de Arouca, onde deu admirável exemplo de vida perfeita, e aí morreu no dia 1 de Maio de 1256.
Teresa, a primogénita, apesar da sua aspiração pela vida claustral, foi, por vontade do pai, dada em casamento a D. Afonso, rei de Leão; mas, reconhecida a nulidade do matrimónio, logo se retirou para o mosteiro de Lorvão, onde santamente morreu a 17 de Junho de 1250.

Celebra-se a festa litúrgica no dia 20 de Junho.

sexta-feira, 17 de junho de 2011

Evangelho de Hoje

Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo São Mateus  (Mt 6, 19-23)
Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: «Não acumuleis tesouros na terra, onde a traça e a ferrugem os destroem e os ladrões os assaltam e roubam. Acumulai tesouros no Céu, onde a traça e a ferrugem não os destroem e os ladrões não os assaltam nem roubam. Porque onde estiver o teu tesouro, aí estará o teu coração. A lâmpada do teu corpo são os olhos. Se o teu olhar for límpido, todo o teu corpo ficará iluminado. Mas se o teu olhar for mau, todo o teu corpo andará nas trevas. E se a luz que há em ti são trevas, como serão grandes essas trevas!».

Palavra da salvação.

quarta-feira, 15 de junho de 2011

Ano Europeu do Voluntariado

No dia 27 de Novembro de 2009, o Conselho de Ministros da U.E., declarou oficialmente 2011, Ano Europeu das Actividades Voluntárias que Promovam uma Cidadania Activa.


O Ano Europeu tem por objectivo geral incentivar e apoiar os esforços desenvolvidos pela Comunidade, pelos Estados-Membros e pelas autoridades locais e regionais tendo em vista criar condições na sociedade civil propícias ao voluntariado na U.E. e aumentar a visibilidade das actividades de voluntariado na U.E.

Este objectivo geral será operacionalizado através de 4 grandes objectivos específicos:

1. Criar um ambiente propicio ao voluntariado na U.E;
2. Dar meios às organizações que promovem o voluntariado para melhorar a qualidade das suas actividades;
3. Reconhecer o trabalho voluntário;
4. Sensibilizar as pessoas para o valor e a importância do Voluntariado.

Cada Estado Membro designou o Organismo responsável pela organização da sua participação no Ano Europeu, sendo o CNPV o designado para Portugal.
http://www.voluntariado.pt/

quinta-feira, 9 de junho de 2011

Lusíadas

As armas e os barões assinalados,
Que da ocidental praia Lusitana,
Por mares nunca de antes navegados,
Passaram ainda além da Taprobana,
Em perigos e guerras esforçados,
Mais do que prometia a força humana,
E entre gente remota edificaram
Novo Reino, que tanto sublimaram;

E também as memórias gloriosas
Daqueles Reis, que foram dilatando
A Fé, o Império, e as terras viciosas
De África e de Ásia andaram devastando;
E aqueles, que por obras valerosas
Se vão da lei da morte libertando;
Cantando espalharei por toda parte,
Se a tanto me ajudar o engenho e arte.

terça-feira, 7 de junho de 2011

Homília do Papa Bento XVI em Zagreb no dia 5 de Junho 2011

Neste domingo, segundo dia de visita à Croácia , e I Jornada Nacional das Famílias católicas croatas Bento XVI presidiu a uma missa no hipódromo de Zagreb, diante de dezenas de milhares de pessoas, a quem pediu que combatam a “secularização” da Europa.

Na homilia o Papa insistiu sobre a dimensão missionária da família, na educação dos filhos e em geral na participação ativa na missão da Igreja e na vida da sociedade.
Centrando especialmente a atenção na assembleia, constituída sobretudo por famílias, o Papa recordou que “a família cristã é um sinal especial da presença e do amor de Cristo”, “chamada a dar uma contribuição específica e insubstituível na evangelização”. Na verdade, “a família cristã foi sempre a primeira via de transmissão da fé” – insistiu Bento XVI, que se dirigiu em croata aos pais e mães, pedindo-lhes que se empenhem em ensinar os filhos a rezar, e em rezar com eles (palavras em croata!).

É verdade que “hoje em dia, graças a Deus, muitas famílias cristãs vão adquirindo cada vez maior consciência da sua vocação missionária… dando testemunho de Cristo Senhor”. Como dizia João Paulo, «uma família autêntica, fundada no matrimónio, é em si mesma uma “boa notícia” para o mundo».

segunda-feira, 6 de junho de 2011

Atletismo: equipa lusa ganha 1º lugar e 44 medalhas

A seleção portuguesa de atletismo de síndrome de Down conseguiu 44 medalhas no 1.º Campeonato da Europa, que decorreu em Cagliari, na Itália, onde Portugal se sagrou ainda campeão da Europa por equipas, noticia a agência Lusa.
Quinze atletas compõem a seleção lusa que conquistou 24 medalhas de ouro, 12 de prata e oito de bronze, para além do título de equipa campeã da Europa, deixando a Itália e o Reino Unido para segundo e terceiro plano, respetivamente.
Segundo a Lusa, o Chefe da delegação portuguesa, Hugo Silva, fez um balanço "muito positivo", da competição que ultrapassou "todas as expetativas iniciais, com os atletas a superarem-se a si próprios".
Hugo Silva diz que este "foi um excelente ensaio para o Mundial de 2012, que se realizará no mês de maio, nos Açores".
Nesta primeira edição da competição, participaram cerca de uma centena de atletas, oriundos de sete países.

45º Dia Mundial das Comunicações Sociais

Na mensagem que deu o título a este Dia Mundial, 'Verdade, anúncio e autenticidade de vida na era digital', Bento XVI fala de um conjunto de ferramentas que “mudaram o modo de comunicar” e provocaram uma “ampla mudança cultural”, na qual os cristãos se devem saber inserir “com criatividade consciente e responsável”.
Não esquecendo que “o contacto virtual não pode nem deve substituir o relacionamento humano”, o Papa destaca também as potencialidades que estes avanços tecnológicos podem proporcionar, em matéria de evangelização.
O Dia Mundial das Comunicações Sociais foi a única celebração do género instituída pelo Concílio Vaticano II (Decreto «Inter Mirifica», 1963) sendo assinalada na maioria dos países no domingo que antecede a Solenidade de Pentecostes – este ano, a 5 de junho.

Lisboa, 05 jun 2011 (Ecclesia) http://www.agencia.ecclesia.pt/cgi-bin/noticia.pl?tpl=&id=85883

quinta-feira, 2 de junho de 2011

Jesus e as crianças

Apresentavam-lhe também as criancinhas, para que Ele lhes tocasse. Vendo isso, os discípulos repreenderam-nos. Mas Jesus chamou-os a si, dizendo: «Deixai vir a mim os pequeninos; não os impeçais, pois deles é o Reino de Deus. Em verdade vos digo: quem não receber o Reino de Deus como um pequenino, não entrará nele.»


Lc 18, 15-17

Dia Mundial da Criança

Pequenina

És pequenina e ris ... A boca breve
É um pequeno idílio cor-de-rosa ...
Haste de lírio frágil e mimosa!
Cofre de beijos feito sonho e neve!

Doce quimera que a nossa alma deve
Ao Céu que assim te faz tão graciosa!
Que nesta vida amarga e tormentosa
Te fez nascer como um perfume leve!

O ver o teu olhar faz bem à gente ...
E cheira e sabe, a nossa boca, a flores
Quando o teu nome diz, suavemente ...

Pequenina que a Mãe de Deus sonhou,
Que ela afaste de ti aquelas dores
Que fizeram de mim isto que sou!

Florbela Espanca, in "Livro de Mágoas"