5ª Feira da Ascensão

5ª Feira da Ascensão
5ª Feira da Espiga, em Portugal
...

quinta-feira, 30 de janeiro de 2014

Lx Type. Eléctricos de Lisboa dão origem a novo tipo de letra



Lisboa está na moda, ninguém duvida disso, e já há quem diga que se tornou a nova Berlim. Até a CNN avançou no início desta semana com sete razões para Lisboa ser considerada "a cidade mais cool da Europa", a saber: a vida nocturna (que põe Madrid a um canto em horários tardios), a cozinha experimental (com destaque para José Avillez), a ironia ("um mecanismo de defesa", dizem eles), praias e castelos, um "design fabuloso", a arte (da Gulbenkian ao Museu do Oriente) e, a acabar, as "ruas fascinantes". Esqueceram-se de outra razão, mas estamos aqui para a lembrar: Lisboa tem o seu próprio tipo de letra. Ainda por cima, desenhado a partir da malha dos cabos dos eléctricos que circulam pela cidade. How cool is that?

O resultado pode ser visto no site www.lxtype.pt , onde a fonte está disponível para download gratuito, para ser utilizada por toda a gente.


Leia toda a notícia em:

Lx Type. Eléctricos de Lisboa dão origem a novo tipo de letra - Pag 1 de 2 | iOnline

quarta-feira, 29 de janeiro de 2014

Louvar com Alegria!

O Papa Francisco disse ontem no Vaticano que os cristãos precisam de mais alegria na sua vida de oração, pedindo mais entusiasmo no louvor a Deus do que na celebração de um “golo”, durante um jogo de futebol.
“A oração de louvor é uma oração cristã para todos nós: na Missa, todos os dias, quando cantamos o ‘Santo’. 
É uma oração de louvor, louvamos Deus pela sua grandeza, porque é grande, e dizemos coisas bonitas, porque a nós também nos agrada que seja assim”, afirmou, na homilia da Missa a que presidiu na capela da Casa de Santa Marta.
Francisco interpelou ainda quem diz não ser capaz deste tipo de oração:
 “Mas tu és capaz de gritar quando a tua equipa marca um golo e não és capaz de cantar louvores ao Senhor?”.
“Louvar Deus é totalmente gratuito! Não peçamos, não agradeçamos: louvemos”, apelou.
A homilia papal partiu de uma passagem do II Livro de Samuel, que relata o rei David a dançar “com todas as suas forças” porque a Arca da Aliança estava de volta.

Cidade do Vaticano, 28 jan 2014 (Ecclesia)

http://www.agencia.ecclesia.pt


Cantai aleluias, não haja mais dor 
Ornai-vos de festa, vesti alegria 
Porque hoje é o dia em que vence o amor 
Irmãos, alegremo-nos, aleluia! 

Aleluia! Aleluia! 
Este é o dia em que vence o amor 
Aleluia! Aleluia! 
Irmãos, alegremo-nos, aleluia! (2x) 

Que venham os povos, não falte ninguém 
E tragam com eles as flores e a luz 
Não faltem canções para a festa do amor 
Irmãos, alegremo-nos, aleluia! 

Trazei o que houver nas vossas mansões 
Repartam o pão, a alegria e o amor 
Porque hoje é o dia em que somos irmãos 

Irmãos, alegremo-nos, aleluia! 

segunda-feira, 27 de janeiro de 2014

Dia Internacional do Vinho

É já na próxima segunda-feira, dia 27 de Janeiro, que se assinala o "Dia Internacional do Vinho do Porto" – uma iniciativa lançada em 2012 pelo Center for Wine Origins, instituição fundada pelo Instituto dos Vinho do Douro e Porto juntamente com Comité Interprofissional dos Vinhos de Champanhe.

"A ideia por detrás deste evento prende-se com a importância de recordar aos consumidores que o Vinho do Porto, que representou cerca de 0,7% das exportações portugueses em 2011, é um vinho fortificado genuíno e singular, feito apenas no norte de Portugal, no vale do Douro. Há vários países que produzem imitações de Vinho do Porto, como os EUA, Argentina, África do Sul ou Austrália, criando confusão e dúvida no consumidor sobre qual é o original e qual é a cópia".

Evento de um dia, no qual qualquer um, em qualquer lugar, pode participar e fazer parte da celebração, basta que para isso abra uma garrafa de vinho do Porto, desfrutando-a com a família e os amigos.

O Center for Wine Origins foi fundado em 2005, localizado em Washington D.C. (EUA), esta organização está envolvida em muitas atividades que têm por finalidade educar consumidores, políticos e os media sobre a importância de manter os rótulos das garrafas de vinho precisos.

sexta-feira, 24 de janeiro de 2014

Mensagem do Papa Francisco para o 48.º Dia Mundial das Comunicações Sociais


Dia Mundial das Comunicações Sociais é o único dia mundial estabelecido pelo Concílio Vaticano II e tem sido celebrado em muitos países no Domingo que antecede o Pentecostes (em 2014, dia 1º de junho). Já a mensagem vem tem sido publicada a 14 de janeiro, Festa de São Francisco de Sales, padroeiro dos jornalistas.

Comunicação ao serviço de uma autêntica cultura do encontro

Queridos irmãos e irmãs, 

Hoje vivemos num mundo que está a tornar-se cada vez menor, parecendo, por isso mesmo, que deveria ser mais fácil fazer-se próximo uns dos outros. Os progressos dos transportes e das tecnologias de comunicação deixam-nos mais próximo, interligando-nos sempre mais, e a globalização faz-nos mais interdependentes. Todavia, dentro da humanidade, permanecem divisões, e às vezes muito acentuadas. A nível global, vemos a distância escandalosa que existe entre o luxo dos mais ricos e a miséria dos mais pobres. Frequentemente, basta passar pelas estradas duma cidade para ver o contraste entre os que vivem nos passeios e as luzes brilhantes das lojas. Estamos já tão habituados a tudo isso que nem nos impressiona. O mundo sofre de múltiplas formas de exclusão, marginalização e pobreza, como também de conflitos para os quais convergem causas económicas, políticas, ideológicas e até mesmo, infelizmente, religiosas.

Neste mundo, os mass-media podem ajudar a sentir-nos mais próximo uns dos outros; a fazer-nos perceber um renovado sentido de unidade da família humana, que impele à solidariedade e a um compromisso sério para uma vida mais digna. Uma boa comunicação ajuda-nos a estar mais perto e a conhecer-nos melhor entre nós, a ser mais unidos. Os muros que nos dividem só podem ser superados, se estivermos prontos a ouvir e a aprender uns dos outros. Precisamos de harmonizar as diferenças por meio de formas de diálogo, que nos permitam crescer na compreensão e no respeito. A cultura do encontro requer que estejamos dispostos não só a dar, mas também a receber de outros. Os mass-media podem ajudar-nos nisso, especialmente nos nossos dias em que as redes da comunicação humana atingiram progressos sem precedentes. Particularmente a internet pode oferecer maiores possibilidades de encontro e de solidariedade entre todos; e isto é uma coisa boa, é um dom de Deus.

(...)

Possa servir-nos de guia o ícone do bom samaritano, que liga as feridas do homem espancado, deitando nelas azeite e vinho. A nossa comunicação seja azeite perfumado pela dor e vinho bom pela alegria. A nossa luminosidade não derive de truques ou efeitos especiais, mas de nos fazermos próximo, com amor, com ternura, de quem encontramos ferido pelo caminho. Não tenhais medo de vos fazerdes cidadãos do ambiente digital. É importante a atenção e a presença da Igreja no mundo da comunicação, para dialogar com o homem de hoje e levá-lo ao encontro com Cristo: uma Igreja companheira de estrada sabe pôr-se a caminho com todos. Neste contexto, a revolução nos meios de comunicação e de informação são um grande e apaixonante desafio que requer energias frescas e uma imaginação nova para transmitir aos outros a beleza de Deus.

Vaticano, 24 de janeiro – Memória de São Francisco de Sales – do ano 2014.


Leia o texto completo aqui:

quarta-feira, 22 de janeiro de 2014

Feitos Portugueses

O filme é um hino aos feitos portugueses, e o restaurante está a aceitar candidaturas para estágios.





sexta-feira, 17 de janeiro de 2014

quinta-feira, 16 de janeiro de 2014

Programa Cultural



CONCERTO CORAL-SINFÓNICO

Teatro Nacional de São Carlos
19 de Janeiro de 2014 às 18h


com Joana Carneiro, Artur Pizarro, a Orquestra Sinfónica Portuguesa,
o Coro do Teatro Nacional de São Carlos, e seis cantores solistas.


saiba mais
http://bit.ly/1lY5lA6

quarta-feira, 15 de janeiro de 2014

A CNIS faz 33 anos!

A Confederação Nacional das Instituições de Solidariedade (CNIS) celebra hoje 33 anos de existência, data que assinala revelando que está a ser preparado em conjunto com o Governo um contributo para “um melhor” Estado Social.
“A CNIS foi chamada a colaborar com os dois partidos que estão neste momento no poder para dar o seu contributo; fizemo-lo com pensamento, com consciência e penso que vamos marcar um guião para um Estado Melhor, mais do que para a Reforma do Estado”, começa por escrever o presidente da CNIS na mensagem para o dia de aniversário que se assinala hoje.
 “Gostaria de associar este dia de aniversário da CNIS ao seu contributo para a afirmação do Estado Social”, acrescenta o padre Lino Maia.
(...)
“A CNIS hoje é uma realidade com muita vitalidade, é um parceiro credível com pensamento, com vida, com passado e com futuro, é importante sublinhar os inúmeros contributos de um setor com milhares de instituições que com muita persuasão, determinação, presença e constância se vão afirmando”, revela o padre Lino Maia.
A União das Instituições de Particulares de Solidariedade Social(UIPSS) foi fundada no dia 15 de janeiro de 1981 e transformou-se em Confederação Nacional das Instituições de Solidariedade (CNIS) em 2003.

Lisboa, 15 jan 2014 (Ecclesia)

segunda-feira, 13 de janeiro de 2014

Preservar a História

chamada.jpg
O livreiro e bibliotecário da cidade de Timbuktu Abdel Kader Haidara é um herói. 
No final de 2012, ao testemunhar o recrudescimento do conflito entre radicais islâmicos e o governo de seu país, o Mali, no noroeste da África, ele não esperou para ver qual destino teriam os raríssimos manuscritos que ele e outros livreiros guardavam caso uma guerra de fato eclodisse. Homem de ação, Haidara reuniu os colegas de profissão e, com apoio internacional, deu início a uma incrível operação de retirada preventiva da coleção, que conta com mais de 250 mil exemplares. 
Foram muitas viagens entre Timbuktu e Bamako, capital do país africano para onde as obras foram levadas, até que 80% do acervo estivessem a salvo. O trajeto de 700 quilômetros foi feito repetidamente em carros civis disfarçados de trasportadores de frutas e verduras abastecidos com gasolina custeada pelo Ministério de Relações Exteriores da Alemanha. 
No caso do resgate da biblioteca do Instituto Ahmed Baba, o trabalho foi tão profissional que nem o prefeito da cidade, Hallé Ousmani Cissé, soube da operação. Questionado em janeiro pelo jornal inglês “The Guardian” sobre o que ocorrera no Ahmed Baba, foi enfático. “Os manuscritos foram queimados.”

Conheça a história completa em:

sexta-feira, 10 de janeiro de 2014

Gestos que mudam vidas

Num verdadeiro exemplo de solidariedade, o dono de um restaurante norte-americano decidiu vender o negócio que mantinha há de 17 anos para salvar a vida de uma das suas empregadas recentemente diagnosticada com um tumor cerebral.
 
Michael De Beyer, proprietário do Restaurante Kaiserhof, no estado do Texas (EUA), nos EUA, decidiu tomar esta decisão uma vez que a jovem de 19 anos não tem possibilidades financeiras de continuar com os tratamentos.

Vale a pena ler a notícia completa em:
Boas Notícias - Proprietário vende restaurante para ajudar empregada

quinta-feira, 9 de janeiro de 2014

Pastor da Igreja



Papa Francisco durante a visita ao presépio vivo da igreja de Santo Afonso Maria de Liguori, nos arredores de Roma, no Dia de Reis. Imagem cedida pelo L'Osservatore Romano

quarta-feira, 8 de janeiro de 2014

São Maximiliano Maria Kolbe




"Cavaleiro da Imaculada" é o nome de uma revista católica da associação "Milícia da Imaculada", fundada em 1917 por São Maximiliano Maria Kolbe. Este grande santo nasceu com o nome Rajmund Kolbe na Polónia em 8 de Janeiro de1894 e voluntariou-se para morrer de fome no lugar de um pai de família no campo de concentração nazi de Auschwitz como castigo pela fuga de um prisioneiro. Franciscano, São Maximiliano Kolbe tinha como ideal "conquistar o mundo inteiro a Cristo através da Imaculada" com a consagração a Nossa Senhora e acreditando na humanidade, na oração e auxílio da Mãe de Jesus Cristo.

Depois de ter sido preso pela Gestapo em 1941, devido ao receio da sua influência na Polónia, Maximiliano foi transferido para Auschwitz em Maio. Em Julho do mesmo ano, um homem do campo do mesmo bloco consegue fugir (foi encontrado morto mais tarde) e, como represália, os nazis escolheram 10 prisioneiros para morrer de fome e de sede no bunker, sendo um deles Francisco Gajowniczek, um pai de família que lamentou que ia deixar a sua mulher e os seus filhos. Maximiliano, ao ouvir isso, pediu para ficar no lugar dele e foi-lhe concedido o pedido. Assim, Maximiliano pôde assistir religiosamente e ajudar os pobres que foram condenados. Duas semanas depois, só quatro dos dez homens é que sobreviveram, sendo um deles Maximiliano. Os nazis decidiram então executá-los com uma injecção de ácido carbólico. O corpo do padre foi cremado e as suas cinzas foram levadas pelo vento. Numa carta escreveu ele assim: "Quero ser reduzido a pó pela Imaculada e espalhado pelo vento do mundo".

São Maximiliano Kolbe foi canonizado em 1982 pelo Papa João Paulo II, seu compatriota, na presença do homem que foi salvo por ele, Franciszek Gajowniczek. Maximiliano morreu como mártir da caridade.

Honremos, pois, a memória deste grande santo, que nos ensinou a ser cavaleiros da Imaculada.

segunda-feira, 6 de janeiro de 2014

EPIFANIA

Senhor,
que Te revelaste definitivamente a todos os povos em Teu Filho Jesus Cristo,
fortalece em nós a firmeza contra todas as tentações para que,
à semelhança dos pastores e dos Reis Magos,
saibamos encontrar o caminho que conduz à alegria da vida eterna.

Ámen.

sexta-feira, 3 de janeiro de 2014

Perélio



A 4 de Janeiro de 2014 verifica-se o 
o ponto da órbita em que a Terra está mais perto do Sol.
Acontece uma vez por ano no início de Janeiro.

quarta-feira, 1 de janeiro de 2014

Mensagem para o Dia Mundial da Paz



MENSAGEM DO SANTO PADRE FRANCISCO
PARA A CELEBRAÇÃO DO XLVII 
DIA MUNDIAL DA PAZ

1º DE JANEIRO DE 2014

FRATERNIDADE, FUNDAMENTO E CAMINHO PARA A PAZ
Nesta minha primeira Mensagem para o Dia Mundial da Paz, desejo formular a todos, indivíduos e povos, votos duma vida repleta de alegria e esperança. Com efeito, no coração de cada homem e mulher, habita o anseio duma vida plena que contém uma aspiração irreprimível de fraternidade, impelindo à comunhão com os outros, em quem não encontramos inimigos ou concorrentes, mas irmãos que devemos acolher e abraçar.
(...)
Cristo abraça todo o ser humano e deseja que ninguém se perca. «Deus não enviou o seu Filho ao mundo para condenar o mundo, mas para que o mundo seja salvo por Ele» (Jo 3, 17). Fá-lo sem oprimir, sem forçar ninguém a abrir-Lhe as portas do coração e da mente. «O que for maior entre vós seja como o menor, e aquele que mandar, como aquele que serve – diz Jesus Cristo –. Eu estou no meio de vós como aquele que serve» (Lc 22, 26-27). Deste modo, cada actividade deve ser caracterizada por uma atitude de serviço às pessoas, incluindo as mais distantes e desconhecidas. O serviço é a alma da fraternidade que edifica a paz.

Que Maria, a Mãe de Jesus, nos ajude a compreender e a viver todos os dias a fraternidade que jorra do coração do seu Filho, para levar a paz a todo o homem que vive nesta nossa amada terra.

Vaticano, 8 de Dezembro de 2013.

FRANCISCUS


Leia a mensagem completa: