5ª Feira da Ascensão

5ª Feira da Ascensão
5ª Feira da Espiga, em Portugal
...

segunda-feira, 28 de novembro de 2011

Evangelho do Dia - A força da Fé

Naquele tempo, ao entrar Jesus em Cafarnaum, aproximou-se d’Ele um centurião, que Lhe suplicou, dizendo: «Senhor, o meu servo jaz em casa paralítico e sofre horrivelmente». Disse-lhe Jesus: «Eu irei curá-lo». Mas o centurião respondeu-Lhe: «Senhor, eu não sou digno de que entres em minha casa; mas diz uma só palavra e o meu servo ficará curado. Porque eu, que não passo dum subalterno, tenho soldados sob as minhas ordens: digo a um ‘Vai’ e ele vai; a outro ‘Vem’ e ele vem; e ao meu servo ‘Faz isto’ e ele faz». Ao ouvi-lo, Jesus ficou admirado e disse àqueles que O seguiam: «Em verdade vos digo: Não encontrei ninguém em Israel com tão grande fé. Por isso vos digo: Do Oriente e do Ocidente virão muitos sentar-se à mesa, com Abraão, Isaac e Jacob, no reino dos Céus».

sexta-feira, 25 de novembro de 2011

Dia Internacional para a Eliminação da Violência contra as Mulheres

No dia 25 de Novembro a Associação Portuguesa de Apoio à Vítima (APAV) assinala o Dia Internacional para a Eliminação da Violência Contra as Mulheres. Designado pela Organização das Nações Unidas em 1999, este dia tem vindo a ser celebrado em todo mundo por entidades públicas e organizações não governamentais.
Mais uma vez a APAV alerta para a necessidade de não se tolerar qualquer forma de violência exercida contra as mulheres, em particular a violência doméstica. Apesar da evolução a que temos assistido nos últimos anos, é fundamental continuar o trabalho de sensibilização da sociedade portuguesa.

http://www.apav.pt/portal/ - consulte para mais informações

segunda-feira, 21 de novembro de 2011

Indepedência do Líbano

A República Libanesa, criada em 1926, foi ocupada, durante a Segunda Guerra Mundial, pelas forças da França apoiadas pelos britânicos. A 21 de Novembro de 1943, o Líbano reconquista a sua independência. Na altura, o país era considerado a Suíça do Oriente sob o ponto de vista financeiro, por ali serem feitas grandes negociações de petróleo. Turisticamente, era chamada o Mónaco do Oriente, devido aos casinos e hotéis de luxo que possuía. Disputas entre cristãos e muçulmanos, acabaram por minar a estabilidade deste país.

“O justo florescerá como a palmeira;
crescerá como o cedro no Líbano”.

Salmo 92,12

Em Novembro de 2005, decorreu, no Líbano, em Beirute, a XXIII Assembleia Geral da ACISJF-IN VIA e o Seminário de Formação subordinado ao Tema “Integração social das jovens em dificuldade: desafios e alternativas”.

terça-feira, 15 de novembro de 2011

16 de Novembro - Dia Nacional do Mar

O Dia Nacional do Mar é uma data comemorativa da Convenção das Nações Unidas sobre o Direito do Mar (CNUDM), que entrou em vigor a 16 de Novembro de 1994, tendo sido ratificada por Portugal a 14 de Outubro de 1997.
Cabo da Boa Esperança

Ó mar salgado, quanto do teu sal

São lágrimas de Portugal!
Por te cruzarmos, quantas mães choraram,
Quantos filhos em vão rezaram!
Quantas noivas ficaram por casar
Para que fosses nosso, ó mar!

Valeu a pena? Tudo vale a pena
Se a alma não é pequena.
Quem quer passar além do Bojador
Tem que passar além da dor.
Deus ao mar o perigo e o abismo deu,
Mas nele é que espelhou o céu.
Fernando Pessoa

segunda-feira, 14 de novembro de 2011

Claude Monet

Claude Monet nasceu no dia 14 de Novembro, em França, no ano de 1840. Tornou-se um grande pintor e um dos mais importantes representantes do impressionismo. Foi uma de suas pinturas, “Impressão: Nascer do Sol”, que deu nome ao movimento artístico impressionista.
 As suas obras seguiam, como temática principal, as paisagens da natureza. Trabalhava de forma harmoniosa as cores e luzes, criando imagens belas e fortes. Neste contexto artístico, podemos citar a série de pinturas que realizou sobre a catedral de Rouen (1892-1894), onde o artista retratou a construção em diversos momentos do dia, com variações de luminosidade.
Vale a pena destacar também as obras de arte com temas aquáticos como, por exemplo, os murais que realizou no Museu I’orangerie.
Monet morreu em 1926, em França, deixando um legado artístico reconhecido até aos nossos dias. Alguns críticos de arte consideram Monet um dos mais importantes pintores de todos os tempos.

quarta-feira, 2 de novembro de 2011

Portugal é o 41º país mais desenvolvido - Economia - DN

ONU: Portugal é o 41º país mais desenvolvido - Economia - DN

Comemoração de todos os fiéis defuntos

Depois de ter cantado a glória e a felicidade dos Santos que «gozam em Deus a serenidade da vida imortal», a Liturgia, desde o início do século XI, consagra este dia à memória dos fiéis defuntos.

É uma continuação lógica da festa de Todos os Santos. Se nos limitássemos a lembrar os nossos irmãos Santos, a Comunhão de todos os crentes em Cristo não seria perfeita. São todos membros de Cristo pelo Baptismo. Continuam todos unidos a nós.
É certo que a Igreja, todos os dias, na Missa, ao tornar sacramentalmente presente o Mistério Pascal, lembra «aqueles que nos precederam com o sinal da fé e dormem agora o sono da paz» (Prece Eucarística 1). Mas, neste dia, essa recordação é mais profunda e viva.
O Dia de Fiéis Defuntos não é dia de luto e tristeza. É dia de mais íntima comunhão com aqueles que «não perdemos, porque simplesmente os mandámos à frente» (S. Cipriano). É dia de esperança, porque sabemos que os nossos irmãos ressurgirão em Cristo para uma vida nova. É, sobretudo, dia de oração, que se revestirá da maior eficácia, se a unirmos ao Sacrifício de reconciliação, a Missa.