105 anos da ACISJF em Portugal e 50 anos da inauguração do "Self-service".

105 anos da ACISJF em Portugal e 50 anos da inauguração do "Self-service".
Nossa Senhora do Bom Conselho - Padroeira da ACISJF

domingo, 21 de abril de 2019


Jesus Ressuscitou! Aleluia!








Christus resurrexit, Christus resurrexit 

Alleluah alleluah 

Wake up arise from the dead Christ will be your light 
This is the day the lord has made 
Let us be glad and rejoice alleluah 
I called to the lord in my distress 
God answered me and freed me




Despierta! ¡Levántate de entre los muertos! ¡Resplandecerá sobre ti el Cristo!

Reveilles toi, lèves toi d'entre les morts. Christus resurrexit, le Christ sera ta lumière alléluia

sábado, 20 de abril de 2019

Sábado Santo




Jésus le Christ, lumière intérieure, 
Ne laisse pas mes ténèbres me parler. 
Jésus le Christ, lumière intérieure, 
Donne-moi d'accueillir ton amour.

sexta-feira, 19 de abril de 2019

Sexta Feira Santa





Per crucem et passionem tuam. 

Libera nos Domine, libera nos Domine, libera nos Domine, Domine. 
Per crucem et passionem tuam. 
Libera nos Domine, libera nos Domine, libera nos Domine, Domine.

terça-feira, 16 de abril de 2019

Notre-Dame


Grande é a tristeza com o incêndio na Catedral de Notre-Dame, coração religioso e artístico de Paris e referência maior para todos nós. Estamos próximos da cidade, da diocese e do seu Arcebispo, certos da ressurreição que tudo tem em Cristo!

D. Manuel Clemente

segunda-feira, 8 de abril de 2019

D. Afonso Henriques e Alcobaça


Envolta numa aura mística, a história do Mosteiro de Alcobaça combina factos e lendas que se entrelaçam com a própria Fundação do Reino de Portugal. Artisticamente representada num conjunto de painéis em azulejo barroco na Sala dos Reis do Mosteiro, essa história inicia-se nas vésperas da tomada de Santarém (1147), momento em que D. Afonso terá prometido erigir, em caso de sucesso da sua empresa, um mosteiro em honra de Santa Maria.

Independentemente das lendas, facto é que D. Afonso Henriques, a 8 de Abril de 1153, doa a Bernardo de Claraval e à Ordem de Cister um vasto território de 44 mil hectares. 

Se, por um lado, era necessário ocupar e povoar os territórios recém-conquistados, por outro era também necessário favorecer religiosamente a causa do auto-proclamado Rei de Portugal. O Abade de Claraval, segundo Herculano, era uma das figuras mais eminentes da sua época, sendo extremamente popular e ainda altamente influente em matérias públicas, especialmente aquelas ligadas à Religião. Compreende-se assim o simbolismo da doação no contexto da política de consolidação da Independência de Portugal por D. Afonso Henriques.

quinta-feira, 4 de abril de 2019

Mater Fátima para o Mundo



A Paróquia de Fátima a partir de Portugal convida o mundo para uma adoração eucarística onde se rezará o Rosário em várias línguas e no final se fará uma consagração ao Imaculado Coração de Maria.


Queremos partilhar e divulgar a mensagem da conversão paz e salvação entregue por Nossa Senhora de Fátima aos pastorinhos Francisco, Jacinta e Lúcia. Nossa Senhora nos oferece esta mensagem como graça e misericórdia.
MATER FATIMA


Quando e onde se realizará?
Realizar-se-á na Paróquia de Fátima em Portugal no centenário dos Pastorinhos:
Santo Francisco Marto: 4 de abril de 2019
Santo Jacinta Marto: 20 de fevereiro de 2020

Também em todas as Catedrais, Paróquias, escolas, etc, que se unam directamente aos meios de comunicação ou redes sociais, ou espiritualmente em outro momento.

Como posso participar?

• Incentivar e apoiar o teu Pároco para que se realize na tua Paróquia.
• Em streaming ao vivo através das nossas redes sociais.
• Seguir os meios de comunicação no teu país.
• Unir um grupo de pessoas em tua casa.
• Espiritualmente onde quer que estejas.

Sabe mais no site da organização: https://materfatima.org/


terça-feira, 2 de abril de 2019

Ammaia - radiografia de uma cidade romana (documentário Inglês )



Já ouviu falar da cidade romana de Ammaia, no Alentejo?

Situadas bem próximas da bonita vila de Marvão, em pleno Alentejo, no coração do Parque Natural da Serra de S. Mamede, as Ruínas da cidade Romana de Ammaia localizam-se numa zona de grande beleza, atestando a sua grandeza patrimonial.

A cidade romana de Ammaia, ficou perdida no vale da Aramanha, no Alentejo e só foi redescoberta no século passado. Desde então está a ser escavada e investigada por cientistas de todo o mundo. Entre a população local os vestígios romanos são conhecidos desde sempre, mas só no princípio do século passado se começou a perceber que aquilo que estava enterrado no Vale da Aramanha era uma cidade Romana.