.

.
ESTIVEMOS CÁ TODO O VERÃO, E ESTAMOS NO OUTONO E NO INVERNO!
...

segunda-feira, 25 de julho de 2016

Novo tecto da Igreja de Santa Isabel

“É um Céu a abrir-se”, destacou o Cardeal-Patriarca na inauguração do ‘Céu de Santa Isabel’. Esta paróquia histórica da cidade – criada pelo primeiro Patriarca de Lisboa – viu concretizado o sonho da pintura do teto da igreja.

“O Céu tem um significado pleno. Este, pela maneira como está pintado, é um céu especialmente translúcido e daí que faça adivinhar muita coisa, que é a vantagem de ser um céu. É um Céu a abrir-se”, manifestou aos jornalistas o Cardeal-Patriarca de Lisboa, D. Manuel Clemente, ao chegar à igreja de Santa Isabel, no final da tarde do passado dia 19 de julho. “Reparemos que em muitas igrejas há o céu pintado no teto, com mais ou menos símbolos religiosos explícitos. Mas creio que o Céu, só por si, já é um símbolo religioso muito convincente”, acrescentou. Quando questionado sobre um céu do século XXI num edifício do século XVIII, D. Manuel Clemente sorriu: “O Céu até é mais antigo do que o século XVIII e mais moderno do que o século XXI”.



leia mais em: